Upcycling vai mudar sua vida! E você!
Por que você deveria considerar o upcycling para a sua vida?

A resposta curta: você pode inserir um design pensado de forma criativa para evitar o descarte desnecessário, que de outra forma simplesmente estaria poluindo o meio ambiente. Com isso você tem um produto interessante, renovado e sustentável.

Se você associou à reciclagem, vamos entender um pouco sobre a principal diferença entre esses termos. 

Apesar de ser desconhecido para alguns, o upcycling é um termo utilizado há mais de 20 anos e antes disso já existiam designers com propostas nesse sentido. Um bom exemplo foi o italiano Enzo Mari com o kit “Ecolo”, apresentado em 1995, com a proposta de transformar embalagens de produtos de limpeza em vasos para flores.

Alguns nomes contribuíram para a disseminação do termo no final dos anos 1990 e início dos anos 2000, entre eles estão: Gunter Pauli, Johannes Hartkemeyer e McDonough. 

Mas qual é a diferença entre os dois termos?

A reciclagem tem relação com destinar materiais para reaproveitamento a partir da redução do mesmo em forma de matéria-prima e em seguida levar à fabricação de um novo item, normalmente com função similar. Isso é comum por exemplo com vidros, plásticos e metais, apenas para citar alguns. Nesse caso podemos pensar em termos de reduzir, destruir, liquefazer e quebrar. O processo de redução em matéria-prima também reduz o valor do material. 

O upcycling pode ser considerado como a ressignificação de um material/objeto de forma criativa, destinando-o por completo ou em partes para diversos projetos. Por isso também é conhecido como Reuso criativo. Nesse caso materiais que seriam descartados adquirem uma nova vida, muitas vezes resultando numa função totalmente nova. 

Repensar o uso de materiais é trabalhar a criatividade. O resultado é uma peça única e com valor agregado.

A diferença básica aqui é que a reciclagem normalmente envolve um processo industrial e consequentemente demanda energia. Por outro lado, o upcycling demanda menos energia pois requer poucos recursos para sua criação, consequente  reduz a emissão de CO2, estende a vida útil das peças, exercita a criatividade e contribui para um consumo mais consciente.

E a Moda?

A Indústria da Moda é uma das que mais impacta o ambiente. Produção em massa, desperdício, trabalho escravo são apenas alguns dos fatores negativos que envolvem essa área. É fato que a Moda é importante tanto para a economia quanto para a nossa identidade. Há alguns anos temos novas marcas que surgiram com um novo propósito, assim como marcas que já atuavam no mercado e adotaram um novo posicionamento.

E no mundo atual, em que a informação é facilmente encontrada e com a maior transparência sobre os processos  de produção, o consumo tem se tornado mais consciente. Sustentabilidade não é apenas um diferencial, é necessidade. Uma das possíveis estratégias a serem adotadas é o upcycling.

E para quem gosta de ter diferencial, peças Upcycled são únicas e interessantes. Combinação perfeita.

 

@marca.dom

Desenvolve peças a partir de matéria-prima originária de rejeitos de produção

Já incluiu o upcycling na sua vida?

Com o que vimos até então a ideia de inserir peças upcycled é bem atrativa. 

Existe muito desperdício de material. A Produção em massa resulta em sobras que ao longo dos anos são descartadas no ambiente. Os efeitos danosos do fast-fashion estão mais evidentes e as pessoas estão mais conscientes e decididas a fazerem escolhas significativas.

O upcycling resgata itens não desejados e transforma em uma nova peça mais interessante. Aqui falamos em moda, porém há diversas áreas que trabalham dessa forma e o resultado, um mundo sustentável, criativo e consciente.

 

Barbara Chagas Perini

Ilustradora e Designer de Moda

Deixe um comentário

× Como posso te ajudar?